fbpx
(51) 3247-3030    edisul@edisul.com.br
default-logo

O designer de interiores

O designer de interiores é o profissional que cuida dos espaços internos, tanto residenciais como corporativos. Tem uma visão ampla não somente focado na estética, mas num conjunto de elementos. Tamanho, ergonomia, proporção, cores entre outros.

O trabalho pode ser dividido em duas etapas principais, planejamento e execução. Colocando desta forma parece algo bem simples, mas não é. Nós chamamos de projeto e gerenciamento.

O que entendemos por Projeto?

O projeto se refere a toda a parte das ideias e soluções baseadas nas necessidades de cada cliente. É o conceito e a sua representação técnica. Ele é representado por plantas, memoriais, referências, esquemas, 3Ds, etc. O projeto é algo fundamental em qualquer ação, e na nossa área não é diferente.  O projeto inclui diversos estudos de elementos diferentes dentro dos ambientes. Quase sempre nasce através de uma planta de Layout, onde determinamos a função de cada ambiente e a posição e tamanho dos móveis. Depois são detalhados demais itens que influenciam na execução, falarei deles mais para frente.

Através do projeto é que podemos tomar orçamentos, fazer escolhas em termos de proporção, cor e materiais. É como se fosse um mapa que mostra onde queremos chegar.

Nos dias de hoje, utilizamos de recursos 3D para visualizar o resultado e perceber se existe alguma interferência. É uma forma de ir sentindo como o ambiente irá se tornar.

Briefing do projeto

A primeira coisa que precisamos fazer ao começar um projeto é entender o que o cliente quer. O “briefing” ,como é chamado em alguns mercados. Esta parte é de suma importância, pois resultará nos primeiros estudos do projeto.

Nem sempre o cliente sabe especificar o que ele quer. Às vezes ele diz querer uma casa bonita, ou um espaço funcional. Nós vamos a fundo buscando compreender as coisas que são importantes para a pessoa, suas referências, seus costumes, seus gostos. É quase um trabalho de psicologia.

Muitas vezes o projeto é para uma família. Então é importante entendê-los como indivíduos e como um grupo. Exemplo: Se vamos projetar o quarto do filho de um casal podemos fazê-lo, mas voltado a ele. Quando fazemos um Home Theater pensamos no uso da família. Que tipo de piso a família gosta, ou qual não gosta.

O que compõe o projeto de Design de interiores?

Como disse acima começamos pelo estudo do layout, cada um dos ambientes, suas funções, a posição, tamanho e quantidade dos móveis. Detalhamos os pontos de elétrica, com tomada, rede, antena, telefone, automação, ar-condicionado e tudo mais que demandar infra-estrutura. Também é estudado os pontos de iluminação, o forro e seus detalhes, o piso, tanto o material como a paginação, qualquer detalhe como uma janela. A parte de revestimentos de banheiros, como pastilhas, nichos, bancadas, etc. Na parte de marcenaria também tanto na planejada quanto na customizada. Em resumo o projeto desenha tudo e dá as especificações, como por exemplo a cor da parede. Tudo visando a precisão nos orçamentos e principalmente na execução.

Apenas para completar temos por hábito nunca começar uma execução se saber ao certo o custo de todos os serviços e produtos.

O que é o gerenciamento?

O gerenciamento é a parte onde o que foi planejado precisa se tornar real. Envolve etapas como escolha de fornecedores, tomada de orçamentos, visitas à obra, escolha de amostras, controle do cronograma, visitas as lojas de mobiliários, entre diversas outras tarefas chegando na produção, ou decoração.

O gerenciamento é tão ou mais importante, pois é cuidar para que o projetado seja bem feito, dentro de um prazo e de uma verba aprovada. Os serviços são interdependentes e precisam estar bem coordenados em suas etapas.

A decoração aparece no final, mas para chegar nela foi necessário muito trabalho. Quase sempre existe uma reforma, a instalação de materiais com alterações de iluminação e pontos de elétrica. A marcenaria acaba entrando depois e daí vem a parte mais solta, com móveis, tapetes, cortinas e objetos.

Tudo bem pensado e coordenado é que dá aquele resultado onde você olha o ambiente e se sente bem nele.

Fonte: Marília Veiga Interiores

Sobre o autor

Deixe seu comentário

*